Energisa dá dicas para economizar energia mesmo com as crianças de férias em casa

34

Férias escolares e crianças mais tempo em casa, temperaturas apropriadas para um banho quente e uma preocupação comum entre a maioria das famílias: a conta de luz no fim mês.

A verdade é que o mês de julho pode ser mais uma oportunidade para colocar em prática as dicas de uso consciente da energia que fazem a diferença nos gastos. É o que garante o coordenador de Eficiência Energética da Energisa, Thiago Peres de Oliveira, ressaltando que, apesar de simples, hábitos de consumo eficiente favorecem o uso racional da energia elétrica.

“Para tanto, essa mudança de comportamento precisa atingir toda a família, desde as crianças até os idosos, que geralmente passam mais tempo em casa”, enfatiza.

A começar pelas crianças, Thiago lista os hábitos que, praticados diariamente, favorecem o desperdício de energia e o aumento na conta de luz.

Apoio:


“Quanto mais tempo a TV, videogame, computador e outros eletrônicos ficarem ligados, mais energia vão gastar. E mesmo quando são deixados em stand by, continuam consumindo energia. O ideal é estabelecer horários para que a garotada não fique o dia todo nos eletrônicos”, expõe.

Ainda sobre o uso dos eletrônicos, Thiago acrescenta que, se ligados em uma mesma tomada por meio de benjamins (ou T’s), pode haver uma sobrecarga nas instalações. Além do aumento da energia, há o risco de um curto circuito e até um incêndio na residência.

Para os adultos as dicas vão desde o uso racional de equipamentos como máquina de lavar e ferro de passar, até o controle do tempo do banho no chuveiro elétrico.

“É bem comum que com as crianças de férias aumente a quantidade de roupas sujas. Então, junte a maior quantidade possível para usar a máquina em sua potência máxima. Quando você lava de pouquinho em pouquinho, está desperdiçando água e energia”, analisa o coordenador.

Quanto ao banho, Thiago relembra que o chuveiro elétrico corresponde a 30% do consumo de energia de uma residência. Se cada membro da família não controlar o tempo debaixo da água quentinha, a soma dos kWh desses banhos longos pode causar um susto ao final do mês.

Por fim, o profissional da Energisa faz um apontamento importante: “Cada família tem hábitos particulares e por isso não é ideal comparar a sua conta de energia com a conta do vizinho. O correto é acompanhar o seu próprio histórico de consumo em kWh com outros períodos do ano para que consiga identificar o que tem influenciado no desperdício de energia na sua casa”, orienta.

Quer mais dicas para economizar energia nesse período? Então, veja:

No inverno o dia amanhece mais tarde e escurece mais cedo. Mesmo assim, não deixe lâmpadas acesas nos cômodos sem uso e durante o dia mantenha abertas portas, janelas e cortinas.

Junte o máximo de roupas para lavar tudo de uma vez e use o ferro para passar apenas para as peças indispensáveis, economizando tempo e energia.

Evite o abre e fecha da geladeira. Coloque na porta e na altura das crianças os produtos que elas mais consomem durante o dia: iogurtes, frutas lavadas, água e sucos. Assim, elas serão mais rápidas na hora de abrir a geladeira e pegar o que precisam.

Vai preparar um lanche? Vale lembrar que o forno elétrico, assim como outros equipamentos que geram calor, consomem mais energia. Organize-se para preparar várias receitas, aproveitando a temperatura do forno. Isso evita que precise ligar o forno elétrico todos os dias.

COMENTÁRIOS