PRUDENTE: Ministério Público pede que prefeitura busque leitos para tratamento da Covid-19 em outros municípios

Ele pede agilidade por causa da aceleração de contágio dos últimos dias.

75

O Ministério Público do Estado de São Paulo encaminhou para a Prefeitura de Presidente Prudente um ofício com a indicação de hospitais da região que têm vagas disponíveis para tratamento de pacientes com Covid-19. O promotor de Justiça, Marcelo Creste, quer que o município garanta que todos os pacientes do município tenham leitos.

O documento foi enviado nesta terça-feira (15) e o promotor afirma que, na data, a Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde (CROSS) tinha 12 pacientes aguardando vaga para internação em leito clínico para tratamento do novo coronavírus, sendo nove em Prudente.

Também nesta terça-feira (15), a Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM) registrou mais 55 casos positivos de Covid-19. A cidade já contabilizou 8.383 confirmações da doença. O município também registrou um novo recorde de hospitalizações, com 79 pessoas internadas. Até então, o maior número de internações no município era de 77 em 11 de dezembro.

“É sabido que, ultimamente, as enfermarias do Hospital Regional e da Santa Casa de Presidente Prudente têm atingido ocupação máxima. Também é sabido que o município de Presidente Prudente não tem hospital próprio e tampouco criou leitos clínicos para o enfrentamento da Covid-19, ao contrário de outros municípios, como Dracena, por exemplo. Também não instalou hospital de campanha“, enfatiza Creste.

Por isso, o promotor ressalta que o Poder Executivo faça uso da “verba federal liberada para enfrentamento da Covid-19” para atendimento da população prudentina.

“Daí porque impõe, para atendimento da população prudentina, que o município de Presidente Prudente, fazendo uso da verba federal liberada para enfrentamento da Covid-19, pactue com outros hospitais da região, inclusive aqueles sob gestão municipal, o custeio da internação em leito clínico Covid, garantindo, com segurança, o pagamento da internação após a produção, consoante já deliberado na CIR”, destacou.

Ele ainda informa os hospitais que “liberam vaga para internação em leito clínico”, sendo:

  • Santa Casa de Presidente Bernardes: 2 vagas
  • Hospital de Porto Primavera: 1 vaga
  • Santa Casa de Regente Feijó: 3 vagas
  • Santa Casa de Teodoro Sampaio: 2 vagas

Creste também relata que, segundo o Censo Covid, a Santa Casa de Tupi Paulista também dispõe de vagas para leito clínico, assim como a Santa Casa de Dracena, que “dispõe de espaço para abertura de leitos clínicos Covid”.

Fonte: PORTAL G1-Pres. Prudente

 

:::.............. COMENTÁRIOS ..............:::