Prudentina aparece na lista das 100 mulheres mais poderosas do Agronegócio da Forbes

744

A professora mestre, química industrial e engenheira agrônoma, Saile Daynene Farias, 33 anos, recebeu uma notícia entusiasmante nesta última sexta-feira, 15 de outubro, dia do professor. Ela faz parte da lista das 100 mulheres mais poderosas do Agronegócio do Brasil da revista Forbes.

Se destacam as super poderosas na produção de alimentos, pesquisa, empresas, foodtechs, consultorias, instituições financeiras, política, entidades e mais do que nunca, influenciadoras digitais.

Saile ministra aulas nos cursos de Agronomia, Agronegócio e Zootecnia da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), além de ser líder do Gepai (Grupo de Extensão e Pesquisa em Agricultura Irrigada).

HISTÓRIA

Há 10 anos, na época formada em Química Industrial, Saile criou uma escola de curso profissionalizante para o setor de açúcar e álcool – ramo em que trabalhou durante a faculdade para pagar os estudos. Com a ajuda do irmão, abriram em Pirapozinho (SP) a Sucrotech, voltada a formar profissionais como operador de caldeira e empilhadeira.

Com a renda da escola, que chegou a ter 175 alunos, os irmãos conquistaram o canudo de Agronomia juntos, em 2012. Naquele ano, decidiram partir para Sorriso (MT) – município com a maior área de soja no Brasil. Lá, Saile foi professora universitária e representante comercial de fertilizantes, junto com Cesar.

Dois anos depois, foram desafiados novamente – desta vez pelo desejo de empreender. Voltaram para o interior de São Paulo para abrir a Fertigan, empresa de fertilizante à base de esterco, macronutrientes e micronutrientes. Saile começou a lecionar nos cursos de Agronomia e Agronegócios da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), em Presidente Prudente, onde as redes sociais entraram na vida dos irmãos.

“Os alunos sempre me pediam para levá-los juntos nas nossas idas a campo, pela empresa. Então um dia perguntei, vocês não estão sempre no celular? Vamos criar uma página então”,  lembra Saile.

Nasceu no Instagram o Jovens do Agro, criado inicialmente para os alunos da turma. Dois anos depois, a página conta com 24,6 mil seguidores. Neste ano, os irmãos foram procurados por multinacionais para participar de eventos e dar palestras sobre empreendedorismo e liderança.

“Os jovens precisam ser estimulados a ter responsabilidades desde cedo”, resume Saile.

PODEROSA

A professora recebeu a notícia com alegria, agradeceu a família e Deus, “Só agradecer a Deus, minha família e todos que fizeram parte da minha trajetória até aqui!”, disse.

Ainda acrescentou, “Momento venci na vida, ainda tô sem acreditar”.

Na lista, a Forbes procurou selecionar representantes do movimento de mudança no campo. Por meio delas, o objetivo é homenagear as demais mulheres que atuam no agronegócio – mesmo que o trabalho seja realizado a partir das cidades.

Para chegar aos 100 nomes, fomos a campo pesquisar, perguntar, buscar orientação de lideranças e também resgatar informações de reportagens especiais. São mulheres que se destacam em diferentes setores do agronegócio: elas estão presentes na produção de alimentos de origem vegetal e animal, na academia, na pesquisa, nas empresas, em foodtechs, em consultorias, em instituições financeiras, na política, nas entidades e nos grupos de classe e, mais do que nunca, nas redes sociais.

Para ver a lista completa clique no link abaixo:

Lista Forbes – 100 mulheres mais poderosas do Agro

 

:::.............. COMENTÁRIOS ..............:::