KANITAR OBERST: A irresponsabilidade individual está prejudicando o coletivo

O bem-estar coletivo é uma responsabilidade individual nossa”  

344

É notório que em Presidente Prudente as aglomerações estão aumentando conforme a prefeitura é obrigada a impor medidas restritivas. É possível ver em supermercados que o número de pessoas em circulação é maior. Todos de máscaras é verdade, mas ainda sim aglomerados.

Na famosa feira da Manoel Goulart deste sábado, a imagem de aglomeração é nítida.

De quem é a culpa, na minha humilde opinião é da própria população, que mesmo diante de casos e mais casos de mortes, de pessoas próximas ou distantes, insiste em fazer festinhas, churrasquinhos, aglomerações, onde se bebe, se fala mais alto (cospe-se gotículas mais longe) e assim, temos cada vez mais contaminados. O que força qualquer governo a buscar maneiras amenas de um “lockdown”. Ainda sim, o correto seria           “fechar” para valer, isso seria dar crédito para a “Irresponsabilidade individual, prejudicando o coletivo”.

Isso causa um certo temor, porque crente na espiritualidade maior e de que este momento acontece para dar lições a humanidade e extrair o seu melhor lado, começo a acreditar que a pandemia perdurará até que todos tenha aprendido que o importante é a coletividade.

É praticamente matemático, se todos dentro de um grupo estão e vivem bem, se você estiver neste grupo também estará bem. Se todos são bons, honesto e caridosos, todos serão.

Mas enfim, resta nos tomar o cuidado necessário, continuar a trabalhar dia após, ajudar o mínimo que for, ao maior número de pessoas que for possível, até que se torne um hábito.

E vamos torcer para que em meio as atribulações políticas, mais e mais pessoas consigam se vacinar. No fim, uma grande lição: O bem-estar coletivo é uma responsabilidade individual nossa.

:::.............. COMENTÁRIOS ..............:::