Fabrica clandestina de queijos é fechada pela Polícia Civil em Dracena

Produtos estavam armazenados de forma inadequada gerando riscos à saúde do consumidor

200
Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil acompanhada da equipe de Vigilância Sanitária, fechou nesta quinta, 11, um local de fabricação de queijos clandestinos na cidade de Dracena.

A fábrica clandestina estava localizada em uma chácara às margens da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros.

De acordo com a Polícia, os produtos estavam sem proteção plástica e armazenados de forma completamente inadequado, gerando possíveis riscos à saúde do consumidor.

Os queijos estavam em recipientes plásticos, desobedecendo às normas sanitárias, inclusive, muito deles apresentavam condições inapropriadas para o consumo humano.

Havia ainda maquinário utilizado para embalar o produto e comercializá-lo preterindo o estado desses alimentos.

No local da fabricação clandestina foi encontrado apenas um homem, que alegou prestar serviços de assistência aos maquinários. O mesmo indicou o responsável pela fabricaão clandestina dos queijos.

Ainda segundo a Polícia, o homem acusado pela fabricação clandestina já havia sido preso pela prática do mesmo crime, entretanto, o mesmo ainda não foi encontrado.

Os queijos foram apreendidos, a fim de encaminhá-los para o aterro sanitário para fazer o descarte efetivo.

Já o autor da fabricação clandestina será responsabilidade, após a instauração do inquérito policial versando sobre o crime contra as relações de consumo.

Este tipo de operação visa combater a fraude fiscal, inibir a concorrência desleal e principalmente, proteger a saúde coletiva.

 

:::.............. COMENTÁRIOS ..............:::