Grupo Maya-Lila apresenta o espetáculo “DESLOCALOCA” no teatro Paulo Roberto Lisboa

405

O núcleo Maya-Lila apresenta seu novo espetáculo Deslocaloca no Teatro Paulo Roberto Lisboa no Centro Cultural Matarazzo em Presidente Prudente. A dança é dirigida por Marília Coelho e conta com orientação dramatúrgica de Melina Scialom. No elenco as bailarinas Danielle Laetano, Fernanda Ribeiro, Maré Magalhães, Luiza Tortorella, Luma Canepa, Maria Reisewitz e Rodrigo Cardoso, realizam um jogo coreográfico que traz questões sobre autonomia, transformando o espaço cênico em uma construção dinâmica e colaborativa.

Como uma grande festa, o espetáculo propõe um jogo de deslocamentos e provocações onde diferentes ambientes são criados através da dança, em situações que misturam realidade, ficção, exageros, clichês e momentos inusitados. O grupo desafia a cena e as convenções normativas que moldam hábitos, lógicas, julgamentos e o senso comum.

Além da apresentação, acompanha o espetáculo a oficina Triz – Jogos Coreográficos que será ministrada para profissionais, estudantes e demais interessados em dança e artes cênicas; e também a WebArte: www.deslocaloca.com , elaborada durante o processo de criação do trabalho, onde o espectador pode acessar e se aproximar do Deslocaloca em um outro formato.

A obra foi produzida através do Prêmio por Histórico em Realização em Dança, do ProAc Lab em 2020.

Apoio:


Atualmente circula através do ProAc Circulação em Dança, onde passará por diversas cidades: Botucatu, Bauru, Marília, Assis, Votorantim, Mogi das Cruzes e São Paulo.

O núcleo Maya-Lila é oriundo do curso de Dança da Unicamp e desenvolve colaborativamente seus modos de pensar e produzir.

O grupo possui uma grande influência da cultura de festivais alternativos de arte, onde é residente desde 2003 do Festival Universo Paralello na Bahia. Esteve também em quatro edições do Boom Festival em Portugal, no Ozora Festival na Hungria e apresentou-se na Okupa LaNave em Barcelona. Circulou por Manaus, Belém, Macapá e Rio Branco através do extinto prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna. Já se apresentou também em diversos Sescs, Sesis, festivais, ruas, florestas e praças do Brasil.

COMENTÁRIOS