SANTO EXPEDITO: Polícia prende assassino que matou mulher de 50 anos

140

A Polícia Civil de Santo Expedito, contando com o apoio da Polícia Militar local, prendeu no último dia 01 de junho, um homem de 32 anos, apontado como autor de crime de feminicídio que vitimou uma mulher de 50 anos, morta a tiros enquanto trabalhava em comércio na cidade de Diadema, na região metropolitana de São Paulo.

Segundo as investigações desencadeadas pela Delegacia de Homicídios de Diadema, o autor ingressou em estabelecimento comercial onde laborava a vítima e a surpreendeu pelas costas, oportunidade em que efetuou disparos de arma de fogo que ocasionaram a morte da comerciante. O autor empreendeu fuga e não foi localizado.
Com o avanço das investigações, o autor foi devidamente identificado e mandado de prisão temporária foi expedido pelo Poder Judiciário, todavia, o feminicida permaneceu foragido. A motivação do crime está atrelada a desentendimentos e relacionamento extraconjugal mantido pela vítima com o pai do autor.
Nesta data, o Setor de Investigações da Delegacia de Polícia de Santo Expedito/SP recebeu denúncia anônima que indicava que o responsável pela morte da mencionada comerciante teria se mudado, recentemente, para Santo Expedito-SP e diligências foram encetadas para confirmar a veracidade do relato.
Depois de materializados trabalhos de campo, restou elucidado que o denunciado estaria trabalhando em área rural deste Município e os policiais civis e militares surpreenderam-no no instante em que retornava para o imóvel residencial por ele ocupado, oportunidade em que deram integral cumprimento ao mandado de prisão temporária expedido pela Vara do Júri do Foro de Diadema/SP.
A prisão temporária tem prazo de duração inicial de 30 dias. O preso capturado será submetido à audiência de Custódia em Presidente Prudente/SP e permanece à disposição da Justiça.
:::.............. COMENTÁRIOS ..............:::