Homem joga carro contra carreta para matar filhas perto de Penápolis

1910

Um homem, que não teve a sua identidade divulgada, foi preso na manhã desta última sexta-feira, 07 de abril, após tentar tirar a própria vida e de suas duas filhas, de 10 e 05 anos.

Apesar do acidente ser grave, as meninas sobreviveram, mas foram levadas em estado grave. Ele, segundo o que foi apurado pelo Jornal Interior, de Penápolis, teria jogado o carro contra a carreta para matar as vítimas, além de tentar tirar sua própria vida.

A maior seria enteada e, a menor, filha dele. A colisão aconteceu no quilômetro 274 da rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), entre Penápolis e Barbosa, cerca de 195 Km de Presidente Prudente. O acusado, de acordo com o que foi informado pela Polícia Civil, guiou o automóvel por cerca de 100 metros na contramão na pista, em direção ao caminhão.

O motorista da carreta tentou manobrar para evitar o acidente, porém não conseguiu e foi atingido pelo Gol. Com o choque, um dos pneus dianteiros estourou, o que fez com que o condutor perdesse o controle e o semirreboque tombasse, espalhando móveis de madeira.

Apoio:


FACA

Um homem, que conduzia uma Kombi logo atrás, parou no acostamento para ver o que tinha acontecido. Ele retirou as crianças do Gol, quando o acusado se apoderou de uma faca e partiu em direção às vítimas, porém, caiu por conta do elevado estado de influência de álcool.

No chão, acabou se golpeando e causando ferimentos no próprio corpo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e esteve na pista. As crianças foram levadas pelo Resgate ao pronto-socorro, onde receberam os primeiros atendimentos médicos. Devido à gravidade, foram transferidas para a Santa Casa de Araçatuba, onde permanecem internadas.

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e a Polícia Militar Rodoviária estiveram no local, assim como o IC (Instituto de Criminalística), que realizou perícia na pista.

ARMA

O homem também foi atendimento no PS, onde passou por atendimento. Na unidade, ele ainda tentou pegar a arma de um PM, precisando ser contido. Em seguida, foi levado ao plantão policial para prestar esclarecimentos.

O delegado que presidiu a ocorrência, Gabriel Tadeu Brienza Vieira, determinou a prisão em flagrante e, após a conclusão do BO, o acusado foi encaminhado para a cadeia local

COMENTÁRIOS