Parceria viabiliza operacionalizar abrigo público de animais

68

Convênio de cooperação técnica entre a Prefeitura e a Unoeste viabiliza a operacionalização do Abrigo de Animais de Presidente Prudente. A cerimônia de assinatura do documento ocorreu na tarde desta terça-feira (31). Em breve será anunciada a data de inauguração, provavelmente em junho. Serão atendidos com cuidados de saúde cães e gatos que vivem nas ruas. Construído com recursos de quase R$ 1 milhão do Fundo Municipal do Meio Ambiente e do Ministério Público estadual, o abrigo com capacidade para 500 animais fica no Km 7,8 da rodovia Júlio Budiski.

O espaço vinculado à Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semea) possui ampla estrutura, com instalações administrativa e clínica, incluindo consultórios e centro cirúrgico. Serão capturados nas ruas os animais classificados como comunitários, que são aqueles que várias pessoas tratam e que não são de ninguém. Levados para o abrigo, serão vermifugados, vacinados, castrados e chipados; de tal forma que serão levados de volta aos seus locais de origem. Em caso de fêmea prenha, as crias serão disponibilizadas para adoção.

Animais comunitários atropelados também serão atendidos no abrigo. Em qualquer situação, passado 1 ano dos primeiros cuidados, os animais serão localizados pelo chip e voltarão para receber novamente os cuidados de saúde animal. Haverá uma constância de atendimento conforme estabelece a Semea que recebe a parceria da Unoeste como primordial para serem alcançados os objetivos previstos. O canil já está pronto. O gatil será construído com a destinação de recursos do Grupo Cocal, conforme o prefeito Ed Thomas.

Diferença e credibilidade

O convênio foi assinado pelo prefeito e pelo diretor geral da Associação Prudentina de Educação e Cultura (Apec), a mantenedora da Unoeste, Dr. Augusto César de Oliveira Lima, com o testemunho do secretário municipal do Meio Ambiente, Fernando Luizari, e o assessor da Semea, Jerson Joaquim da Silva. Participaram da cerimônia as profissionais que tocarão o convênio: a zootecenista Cássia Iara Calderan Cordobe, há 17 anos funcionária da Semea; e a diretora e coordenadora do curso de Medicina Veterinária, respectivamente Gláucia Prada Kanashiro e Rosa Maria Barilli Nogueira.

Práticas de estágio supervisionado são contempladas no convênio com até quatro vagas para estudantes universitários, sendo o processo seletivo de responsabilidade do curso de Medicina Veterinária. Também esteve presente o pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão, Dr. Adilson Eduardo Guelfi. O convênio prevê, além do ensino, pesquisa e extensão como são os projetos de tumor de mama e de olho seco, doença ocular causada pela lubrificação inadequada da superfície dos olhos.

As falas dos envolvidos reafirmaram a disponibilidade da Unoeste em estabelecer parcerias que atendem as comunidades ao seu entorno, em Prudente, Jaú e Guarujá. Para o prefeito Ed Thomas é algo imprescindível e que faz toda a diferença, incluindo a credibilidade.  Citou os tempos do fundador da Apec/Unoeste professor Agripino Lima, que sempre contribuiu com a cidade e região, para dizer que Cesar Lima e os demais familiares gestores da universidade têm dado continuidade ao legado de responsabilidade social. Também esteve presente o secretário de Comunicação, Geraldo Gomes.

:::.............. COMENTÁRIOS ..............:::