Filha mata mãe a facadas e vai com o filho de 06 anos a festa em Teodoro Sampaio

13937
A professora Aparecida Florentina que foi morta por sua filha Maria Fernanda da Conceição
A professora Aparecida Florentina que foi morta por sua filha Maria Fernanda da Conceição | Foto: Arquivo Pessoal

A quarta-feira, 05 de abril, foi marcada pelo descobrimento de um assassinato macabro em Teodoro Sampaio, que fica a 105 Km de Presidente Prudente, e é conhecida nacionalmente pela reserva do Morro do Diabo. Maria Fernanda da Conceição, de 26 anos, foi presa em flagrante após matar a própria mãe, Aparecida Florentina da Conceição, e depois sair para beber numa festa.

Segundo o delegado que investiga o caso, Edmar Rogério Caparroz, a filha foi até a casa de uma tia e comentou que brigou com sua mãe adotiva na terça-feira, 04 de abril, que lhe desferiu várias facadas, sendo que ela teria morrido.

Aparecida Florentina completaria 62 anos de idade nesta quarta-feira, a jovem que foi adotada pela vítima ainda quando era bebe, relatou que deixou seu filho de 06 anos com avó para ir a uma festa e após chegar tarde em casa na segunda-feira, dormiu num quartinho aos fundos da casa.

No dia seguinte sua mãe a acordou muito cedo, e reclamando do horário que ela havia chego em casa na noite anterior.

Apoio:


A filha disse à polícia que em dado momento a mãe pegou uma tesoura e começou a ameaça-la e depois a ameaçou novamente com uma faca. As duas entraram em luta corporal e a jovem desferiu golpes nos braços e nas costas da senhora.

A jovem ainda contou que a senhora tentou caminhar até a sala para pegar o telefone e pedir ajuda, mas caiu e não se mexeu mais.

O filho da mulher de 26 anos, estava presente, e segundo a polícia pode ter visto a briga e o corpo da avó sem vida.

FESTA

Após o crime a jovem tomou um banho pegou o carro de sua mãe, que estava morta, colocou o filho dentro e começou a rodar pela cidade de Teodoro Sampaio durante toda a quarta-feira, voltando para cena do crime no final da tarde, onde escondeu a faca do crime em meio a fronhas de travesseiro.

Logo em seguida ela saiu para beber com algumas amigas, e a noite teria participado de uma festa, sempre na companhia do filho de 06 anos. No final da noite, ela se dirigiu até uma chacara e dormiu por lá.

Na tarde do dia seguinte ela resolveu procurar familiares para confessar o crime.

CONFESSOU

Faca usada no crime | Foto: Polícia Civil

Após o comunicado uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros foi até a casa da senhora e ao conseguir entrar na residência, encontrou o corpo da vítima, na sala de estar coberto por um lençol. Os bombeiros puderam ver claramente as marcas de faca que ocassionaram a morte da senhora de 62 anos.

A suspeita foi levada até a delegacia, onde confessou em depoimento o crime e foi presa.

O delegado responsável pelo inquérito entendeu que a prisão foi em flagrante, mesmo o crime tendo ocorrido na terça-feira. Ela foi levada para a cadeia de Tupi Paulista, onde responderá por homicídio qualificado por motivo fútil.

O corpo de Aparecida Conceição foi velado durante esta quinta-feira e sepultado às 17h00 no cemitério municipal de Euclides da Cunha Paulista.

COMENTÁRIOS