CPI cobra comprovantes de multas aplicadas contra Prudente Urbano

42

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte Coletivo cobrou da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) cópias de pagamentos das multas já aplicadas contra a concessionária Prudente Urbano, responsável pela prestação do serviço em Presidente Prudente.

A medida é tomada diante de dezenas de reclamações sobre falta de horários em linhas, ônibus lotados e aglomerações em pontos de embarque e desembarque.

Também foi cobrado relatório sobre quais as ações que a Semob adotou após a cidade avançar para a fase ‘laranja’ do plano de flexibilização da quarentena. Desde o dia 13, o comércio voltou a abrir as portas.

Os parlamentares Izaque Silva (Patriota, presidente), Enio Perrone (DEM, relator) e Adão Batista (PSB, membro) solicitaram ainda informações específicas a respeito de documentos encaminhados para a CPI após o pedido inicial; qual o servidor gestor do contrato entre o município e a Company-Tur (Prudente Urbano); além da atuação de todos os fiscais que a Semob possui durante a vigência do atual contrato.

O ofício com as solicitações foi endereçado ao secretário municipal de Mobilidade Urbana, Adauto Lucio Cardoso.

Ouvindo o povo

Nessa quarta-feira (22), os membros da CPI começaram a ouvir usuários do transporte coletivo durante as oitivas, que terão prosseguimento na próxima semana.

O objetivo é mapear os problemas encontrados pelos passageiros, principalmente durante a quarentena.

Fonte: Portal Prudentino

:::.............. COMENTÁRIOS ..............:::