Prefeitura inicia fiscalização de descarte de lixo com utilização de drones

6

A Prefeitura de Presidente Prudente, por meio das Secretarias Municipais de Planejamento e Habitação (Seplan), Meio Ambiente (Semea) e Mobilidade Urbana e Cooperação em Segurança Pública (Semob) deram início a um projeto de fiscalização conjunta com a utilização de drones para coibir, identificar e multar pessoas que fazem o descarte irregular de resíduos sólidos.

Os fiscais da Seplan e os técnicos da Semea passaram por um treinamento na manhã desta quarta-feira (03/07) com os servidores da Semob, que possuem o curso de pilotagem de drones e vão auxiliar os demais na operação do dispositivo.

Para a realização do treinamento, foi escolhida a Estrada Irio Zuntini, altura do Residencial Alta Vista, nas proximidades do João Domingos Netto, onde há um ponto de descarte regular recorrente.

De acordo com o coordenador de Fiscalização Urbanística da Seplan, Luís Felipe Nogueira Floriano, a força-tarefa tem como intuito a eliminação do descarte irregular nessas áreas, sejam elas publicas ou privadas, autuando os infratores com multas e os encaminhando à Polícia Militar Ambiental para abertura de inquérito por crime ambiental, além de orientação sobre locais permitidos para descartes dos objetos.

Apoio:


A fiscalização utilizará o auxílio de drones, pela primeira vez, o que vem de acordo com a modernização de ações implantadas na atual gestão, além de aumentar a eficiência e eficácia nos modos de fiscalização.

De acordo com o secretário da Semea, Bill Paschoalotto, a parceria funcionará com os drones que pertencem à Semea e Semob para a fiscalização dos 130 pontos de descarte irregular que foram mapeados pela pasta. “A Lei municipal permite que a Seplan e a Semob efetuem a autuação, mas a Semea não tem essa autonomia. Essa parceria entre as três secretarias é mais uma iniciativa para inibir essa ação recorrente do descarte irregular e para que os infratores sejam punidos”, comentou.

O secretário da Seplan, Fernando Castilho, explicou que a equipe tem mapeado os lugares de descarte de lixo. “Vamos montar campanas específicas nesses locais que a gente já tem registrado, considerando os dias e horários que mais acontecem os descartes”.

Na primeira ação realizada estiveram presentes os engenheiros da Semob, Ádriner Sanfelici e Rafael Freire, que passaram instruções teóricas aos agentes da Coordenadoria de Fiscalização da Seplan, Adelino, Reginaldo, Douglas, João e ao coordenador Luís Felipe.

COMENTÁRIOS