Corpo de jovem com 190 Kg morto por falta de atendimento em SP é colocado em caixão com lixo e entulhos

57710

O jovem Vitor Augusto Marcos de 25 anos, que pesava 190 Kg, faleceu no último dia 05 de janeiro, após aguardar atendimento médico em frente ao Hospital Geral de Taipas, na zona norte de São Paulo. Ele sofria por conta da obesidade e passou mal durante a manhã do último dia 05, com dores em uma das pernas.

Levado para a UPA de Perus, ele recebeu atendimento clínico e foi encaminhado para o Hospital Geral de Vila Nova Cachoeirinha, para receber atendimento médico especializado. Na unidade hospitalar, no entanto, teve o socorro recusado por falta de maca para seu tamanho.

Vitor, que era autônomo, foi encaminhado para o Hospital Geral de Taipas, onde teve o atendimento recusado mais uma vez e morreu na ambulância, na porta da unidade hospitalar, após horas de espera. Ele sofreu três paradas cardíacas e foi atendido pelos socorristas do Samu dentro da ambulância, mas não resistiu.

Apoio:


A mãe ainda pediu ajuda para o filho desesperadamente:

 

Enterro

Na manhã desta segunda-feira, 09 de janeiro, a mãe do rapaz publicou um vídeo mostrando outro descaso com seu filho. Como se não bastasse todo o sofrimento da família, a funerária responsável pela preparação e transporte do corpo até o local do velório, teria colocado o corpo do jovem no caixão junto com pó de serra, entulhos e lixo.

A mãe explica que o valor cobrado pela funéria foi de R$ 7.100,00, por conta do peso do seu filho. Em desespero, ela aparece chorando e lamentando a situação.

“Meu filho ia ser enterrado com lixo, usaram o peso do meu filho para ganhar dinheiro”.

Outra funerária de forma gratuita, trocou a urna em que estava o corpo de Vítor.

A ocorrência segue sendo investigada pela Polícia Civil e o boletim de ocorrência narrando os fatos já se encontram registrados pelas autoridades de plantão para posterior ação judicial aos envolvidos.

VÍDEO DO CAIXÃO:


COMENTÁRIOS