Ex-secretária de Educação é demitida do cargo efetivo por improbidade

A ex-secretária foi alvo dde uma investigação sobre falsificação de diplomas de pós-graduação.

168

A ex-secretária de educação de Presidente Prudente, Sonaira Fortunato, foi demitida esta semana de seu cargo de professora de ensino fundamental II, por conduta irregular.

Ela foi investigada por seis meses pela acusação de se utilizar de diplomas falsos de pós-graduação, para poder receber mais gratificações em seu salário na prefeitura.

A demissão de Sonaira foi publicado no Diário Oficial Eletrônico do Município na última segunda-feira, 03 de janeiro. Ela estava em estágio probatório.

ENTENDA O CASO

Sonaira é formada em Educação Física pela Unesp, em 2007, e foi nomeada professora de ensino fundamental no último concurso realizado pela prefeitura de Presidente Prudente, porém em seu currículo ela informava que era mestre em Educação pela Unimep, especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Uninove e especialista em Gestão Educacional pela Unicamp.

Por denúncia foi questionado a veracidade do titulo de mestre pela Unimep e de outros titulos, o que foi constatado a improbidade e ela demitida a bem do serviço público.

Um inquérito civil foi aberto pelo Ministério Público Estadual, que a acusa de ter se utilizado das falsificações para receber um salário maior (progressão funcional). O inquérito pede ressarcimento dos recebimentos e condenação por improbidade, a qual Sonaira pode ser condenada a ficar sem poder exercer cargo público por alguns anos.

 

:::.............. COMENTÁRIOS ..............:::